Programa de Atenção ao Dependente Químico

Objetivo

programa de atenção ao dependente químico

Ampliar o repertório, aprendendo novos comportamentos que garanta a produção de reforçadores alternativos à substância psicoativa. 

Ampliar o repertório, aprendendo novos comportamentos de fuga e esquiva minimizando a submissão a estimulação aversiva. 

Ser capaz de aceitar as situações aversivas que não podem ser modificadas de imediato, sem recorrer à substância psicoativa como forma de esquiva experiencial. 


Serviço oferecido

Será ofertado no programa de atendimento em regime aberto (sem internação): 

  • Quatro sessões de terapia por mês. 
  • Duas sessões de Orientação familiar por mês.  
  • Acompanhamento Terapêutico em ambiente natural, diariamente. 
  • Atividade física três vezes por semana. 
  • Um atendimento psiquiátrico por mês.   


Profissionais 

  • Psicólogo – coordenador/supervisor da equipe
  • Psicólogo – terapeuta individual
  • Psicólogo – terapeuta familiar
  • Estudante de psicologia – AT
  • Educador físico – AT
  • Psiquiatra


Formato do Serviço

O cliente que ingressar no serviço será atendido por uma equipe interdisciplinar, que realizará a análise do caso, planejamento e intervenção para viabilizar o atendimento dos objetivos propostos. As intervenções serão realizadas em função da história de vida e situação atual de cada cliente, em função da análise realizada pela equipe de profissionais. Para isso, os profissionais terão reuniões semanais para discutir a evolução do caso e definir novos encaminhamentos.  

Os atendimentos em terapia individual, o atendimento psiquiátrico e as Orientações de Pais ocorreram na Tríplice. As sessões com o acompanhante terapêutico serão realizadas no ambiente de vida do cliente, seguindo sua rotina e, principalmente, desenvolvendo novos hábitos, que diminua os riscos de uso problemático da substância. 


Principais estratégias de intervenção

  • Manejo de contingência em parceria com a Família. 
  • Exposição com prevenção de resposta. 
  • Desenvolvimento de repertório de enfrentamento.  
  • Desenvolvimento de repertório de autocontrole.
  • Desenvolvimento de repertório de habilidades sociais. 
  • Fadding out
  • Modelagem. 
  • Modelação. 
  • Roleplayng. 
  • Relaxamento.
  • Mindfulness.
  • Reforçamento diferencial de respostas alternativas (DRA)
  • Principio de Premack
  • Ativação comportamental
  • Regulação emocional 

Copyright © 2019 Núcleo Tríplice / Todos os direitos reservados.